CORUJINHA

Pegue este efeito no Site Tony Gifs Javas

terça-feira, 10 de abril de 2012

HE-MAN, QUE FOI DE MOSSORÓ

     Quando postei o texto sobre os lutadores Saulo x Paulo, não imaginaria que posteriormente receberia a notícia de uma tragédia.
     No próprio texto citei os tempos áureos das apresentações de luta livre vividas por um lutador conhecido por He-Man.
     Esse "loiro" por muito tempo foi atração em Mossoró, tantos no ringue quanto pelas ruas de Mossoró na divulgação de suas lutas. A nossa figura arrastava enormes pneus pelos logradouros mossoroenses, com um sol de doer até no pensamento. Tudo isso fazia parte da atração que lotava os ringues instalados na quadra da ACDP.
     Pois bem, a notícia partiu no nosso amigo Roberto Endrigo que participa do blog eribertomonteiro.blogspot.com e me veio com esta: "este teve um fim tágico: foi assasinado pelo próprio sogro, vide reportagem no site inovavox.com.
     Verificamos e confirmamos a veracidade da notícia que também entristece a cidade de Mossoró.
     Leiam a reportagem: "As luzes se apagaram no Circo do He-Man com a morte do seu mentor, o lutador Lenine Alves Baptista, mais conhecido como He-Man, o Gigante Loiro das Américas (o mesmo nome do circo). Ele foi covardemente assassinado.
     O crime aconteceu na cidade de Ouricuri, no sertão pernambucano, há 623 km da capital, Recife. A vítima chegou à cidade no dia 26 de dezembro de 2008 para visitar os filhos que residem com a mãe, Aparecida (Cida).
     O assassino de He-Man, segundo relatos, é seu sogro Manoel Lacerda da Silva, que deu 5 tiros, todos pelas costas. Após o primeiro disparo, que atingiu a cabeça, He-Man ainda tentou fugir, mas levou outros quatro. Forte, como todos os grandes lutadores, o gigante ainda correu até o lote vizinho e caiu. Foi levado consciente ao hospital do município e logo depois foi transferido para Petrolina, onde ficou hospitalizado até o dia 08 de janeiro de 2009, quando veio à óbito. Seu enterro foi em Sobradinho-DF, onde vive sua família (...)". 
     Apesar das más notícias, obrigado meu amigo Roberto Endrigo pelas informações.

Um comentário:

  1. Não perdia um único dia quando passava aqui em Palmares-PE., ainda hoje conto para meus filhos as lutas, ele puxando um pneu de trator amarrado em sua cintura pelas ruas da cidade.

    ResponderExcluir