CORUJINHA

Pegue este efeito no Site Tony Gifs Javas

sábado, 31 de março de 2012

MIRIM DO POTIGUAR DE MOSSORÓ


    Fotografia do dia 04 de fevereiro de 1995 quando eu era assistente técnico do Potiguar de Mossoró, categoria mirim.
     Na época, enfrentamos o Baraúnas no campo do bairro Paredões, onde hoje está localizado o Hiper Queiroz, na Leste Oeste.
     O registro mostra, na ordem, os seguintes desportistas da esquerda para a direita: em pé: Eriberto Monteiro (assistente técnico), Pietrocielly, Binho, Júnior, Terceiro, Robinho, Cleiton, Robson e Roberto Silva (técnico). Agachados temos na mema ordem: Maykon, Marcel, Luís Lopes e Berguinho.
     Detalhe importante é que, Berguinho é o mesmo que joga hoje profissionalmente pela equipe do ABC e outrora já jogou pelo Potiguar (de Mossoró), América (de Natal), São Caetano (de São Paulo), Náutico (de Recife) e por último, hoje, ABC (de Natal).

BLOG DO POETA ANTONIO FRANCISCO

    Uma ótima notícia me chega através de e-mail me deixou muito contente. Trata-se do blog do poeta cordelista Antonio Francisco.
    A criada pelo amigo Túlio Ratto, página apresenta a biografia, obras publicadas, fotos, espaço para contato e contrato com o poeta, além dos excelentes desenhos do chargista Túlio Ratto, ilustranto a página.
     Parabéns a todos que fazem este trabalho e para quem quiser acessar, o endereço é http://poetaantoniofrancisco.com.br.


ESCRAVO DA ARTE

     Outrora  anunciada entrevista com o artista Gilvan Alves Vital, o popular "Escravo da Arte", até o momento não foi possível por problemas técnicos.
     A equipe cultural da Biblioteca Pública Municipal Ney Pontes Duarte e também responsável pelo site Mossoró na net, Eriberto Monteiro, Maurílio Carneiro e Olivá Júnior, esteve em reunião com o citado artista e rendeu uma gostosa conversa informal.
     Da conversa extraímos alguns pontos que achamos interessante e abrimos  um trabalho textual abaixo que serve de pré-trabalho (pré-entrevista) que iremos fazer posteriormente, tão logo as condições técnicas nos favoreçam.
     Lembrando que o trabalho jornalístico a ser desenvolvido é através de vídeo que irá retratar a vida cultural deste talentoso artista que certamente será veiculada para todo o mundo através da onda da internet.
     Aguardem que breve teremos novidade...

sexta-feira, 30 de março de 2012

HOJE TEM MEGA FEST

     
      Com o sucesso de outros anos, Tácio Garcia e Karume Nascimento trazem para o MEGA FEST deste ano o que tem de melhor em todos os tempos na música de Axé: Chiclete com Banana. Para quem é chicleteiro é uma excelente pedida.
     O evento acontecerá hoje, dia 30 de março, na Estação das Artes Elizeu Ventania e ainda contará com as atrações de Dorgival Dantas e Forró dos 3.
      Para quem pretende ir a festa, os últimos lotes de ingressos  estão sendo vendidos no Centro Empresarial Caiçara, loja 5, no centro comercial de Mossoró.
  
    


quinta-feira, 29 de março de 2012

A SAUDADE










A saudade só tem jeito
Quando cessa a dor no peito

A saudade só tem cura
Quando cessa a amargura

A saudade só tem sofrimento
Quando não sai do pensamentos

A saudade só é brincadeira
Quando ela não é verdadeira

A saudade só vira ferida
Quando ela não é bem vinda

A saudade só dói no coração
Quando vem de uma paixão



 Poesia extraida do livro Retratos de uma Paixão, de Eriberto Monteiro.

quarta-feira, 28 de março de 2012

A MAIOR DESGRAÇA E GLÓRIA DE UM POETA


Raros são os homens de poesias e canções,
Raros são os eternos poetas de suas gerações,
Morrer com o seu tempo, e sua obra ser esquecida,
Para um poeta, é a maior desgraça da vida.

Um poeta nunca foi nem será um homem normal,
No coração de um poeta há uma força sobrenatural,
Dialoga com as estrelas dos céus e contempla o invisível,
Homem que é homem ver somente o mundo visível

O homem deste mundo não vive uma paz completa,
Mais próximo desta paz esta o poeta,
O poeta é um deus criador ao escrever,
Depois de sua morte, ele ainda cria um novo amanhecer.

O eterno poeta se preservou da vanglória,
Atravessou séculos alcançando a maior glória,
Dos seus medos, das dúvidas e até da dor de suas aflições,
Nasceram emocionantes poesias e grandes lições.


     Poesia de Aureci Bezerra que mais uma vez envia-nos obra de qualidade poética. Ele é um poeta que está acordando o ser poético adormecido em si. Continue, amigo. Você tem futuro no meio cultural, Aureci Bezerra.

terça-feira, 27 de março de 2012

PARABÉNS A PATRICIA ZIRCA


   Quem colou grau esta semana foi minha irmã Patrícia Zirca de Medeiros no curso Técnica em Edificações pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte.
     Segue abaixo os detalhes da turma, dos homenageados e demais informações relativas a formação dos alunos:




Instituto Federal de Educação, Ciencia e tecnologia do Rio grande do Norte - IFRN
Turma Edificações Subsequente
Aprovados no Ano de 2009
Formados em 2011
A Turma homenageou em especial a Prof. e Arquiteta Kariza Lorena Carmo Barbosa Pinheiro, que inclusive é o nome da turma.
O descerramento da placa foi no dia 10/03
O ato ecumênico deu-se no dia 19/03
A colação de grau no dia 21/03
O Paraninfo: Prof. Márcio Luiz Varela Nogueira de Morais
Patrono: Prof. Milton Marques de Medeiros

Prof. Homenageados:
Cristiano Augusto Jales Menescal
Darcia Samia Santos Moura
Dinarte Pereira da Silva
John Glenedy bezerra Gurgel
Jurandy Martins Soares Junior
Kariza Lorena Carmo Barbosa Pinheiro
Marcio Luiz Varela Nogueira de Morais
Maria Cleide Ribeiro de Oliveira
Priscylla Cinthya Alves Gondim
Sandra Ranúzia de Pontes
Alunos Formandos:
Amanda Natália (Areia Branca), Ana Paula caldas, Antonio Ricarte (Areia Branca), Elizangela Fernandes, Felipe Moreira, Franciesle Bonfim (Maranhão), Francisco Celso (Areia Branca), francisco José de Carvalho (Upanema), Iris Jane, Iris Xavier, Israele Oliveira, Jaildo Cortez, Jéssica Clayane, Julia Paula, Kléber Lins, Lieberth Rodrigues (Areia Branca), Patricia Zirca de Medeiros, Priscila Ramona, Renato Wagner, Ricardo Bruno, Roberto Carlos da da Silva, Sidney Wesley, Sthefanie Escóssia, Tamiris Cibelly (Areia Branca), Tatiane Stefany, Valéria Samantha.
 
     Parabéns a todos, em especial, Patrícia Zirca. Que Deus a abençoe sempre.

domingo, 25 de março de 2012

PLACAR DE SÃO JANUÁRIO GUARDOU HISTÓRIA


     Essa semana o novo placar de São Januário foi inaugurado no jogo do Vasco da Gama contra o Liberdad pela 3ª rodada da Taça Libertadores das Américas, fase de grupos.
      O novo placar é moderno, tem uma tela de 72 metros quadrado,  é colorido e com alta definição nas imagens.
     Lembrando que este placar não vai apagar da memória a história que o Baraúnas escreveu em 2005 quando bateu o Vasco em pleno São Januário.
      O jogo valeu pela Copa do Brasil e de quebra eliminou o Vasco da competição nacional brasileira e fez o então técnico cruzmaltino Joel Santana, perder o cargo.
       O feito do time do Baraúnas ficou conhecido, pelo Brasil afora, como a maior zebra que passeou pelos gramados brasileiros e até hoje é lembrado.
        Ao time do Baraúnas parabéns pelo partida aqui expressamos publicação do antigo placar eletrônico de São Januário que pode ter sido substituído, mas o novo jamais terá o poder de apagar a história negra do time carioca. Viva ao Baraúnas. Viva ao tricolor de Mossoró. Viva ao futebol de todo Nordeste Brasileiro.

sábado, 24 de março de 2012

AMOR IMAGINÁRIO



            Eu jurei não mais chorar por você. Mas de que adianta se ainda te amo ?
            Tento segurar as lágrimas como num esforço inútil
            E realmente é inútil. Elas teimam em cair aos montes, molhando a minha vida sofrida.
            Te amo no sofrimento de ficar sempre longe de ti.
            Choro na tristeza de estar perto de você sentindo que de maneira alguma te conquistarei.
            Não vou mais jurar porque sei que não irei aguentar.
            As lágrimas sempre irão existir em minha vida.
            Então, vou te amar, amar e te amar.
            Nem que seja só na minha imaginação.


Extraído do livro "Retratos de uma Paixão", de Eriberto Monteiro




sexta-feira, 23 de março de 2012

MEGA FEST



     Mossoró está se preparando para a grande festa que se aproxima: O Mega Fest.
     Com o sucesso de outros anos, Tácio Garcia e Karume Nascimento trazem este ano a melhor banda de axé de todos os tempos: Chiclete com Banana.
     O evento acontecerá no dia 30 de março na Estação das Artes Elizeu Ventania e ainda contará com as atrações de Dorgival Dantas e Forró dos 3.
     Para quem pretende ir a festa, se apresse porque os lotes de ingressos  estão acabando e o último dia de comprar com preços promocionais será amanhã. Para adquirir o seu, é só comparecer no Centro Empresarial Caiçara, loja 5, no centro comercial de Mossoró.
     Tácio Garcia é um empresário de sucesso que está sempre colocando Mossoró na rota do turismo de evento. E este é mais um que atrai turista de todo Nordeste Brasileiro.
     Que assim continue atraindo capital para circular na cidade de Mossoró-RN.
     É mais que um sucesso com a marca Gondin Garcia Produções.

quinta-feira, 22 de março de 2012

CENTRO DE ESTUDOS JURÍDICOS JUXTA LEGEM


     O nosso amigo advogado Marcos Araújo está inaugurando o seu escritório de advocacia Juxta Legem a partir de hoje.
     A nova sede está localizada na rua Jorge Coelho de Andrade, no Bairro Costa e Silva, próximo ao Exporcenter, nas cercanias da Ufersa.
     Marcos inaugura o escritório juntamente com os seus sócios Naerton Soares, Barreto Júnior, Evans Araújo e Fernanda Abreu.
     Lembrando que o empreendimento conta com a proposta de atender aos clientes de forma rápida e eficiente, contando com um auditóriio  para eventos com capacidade para 80 lugares, uma bibliotecacom mais de 4 mil títulos da área de Direito e outras salas para reuniões.
     Para quem ainda não sabe, Marcos Araújo é amigo de São Vicente e sempre que pode assiste à missa na referida capela do mesmo santo, em Mossoró-RN. Ele foi o responsável pelo esboço que criou e regulamentou a Lei do moto-táxi aqui em Mossoró a pedido de Padre Sátiro Cavalcanti, seu grande amigo. 
     Parabéns, Marcos e toda equipe, parabéns Mossoró por este novo empreendimento.

ESCOLA DE ARTES

Prefeita visita reformas da Joaquim da Silveira Borges, onde funcionará a Escola de Artes
     Próximo dia 27 de março inauguração da Escola de Artes, data em que se comemora o Dia do Teatro. A Prefeita  de Mossoró Fafá Rosadoe esteve na tarde desta quarta-feira (21) visitando a Escola Joaquim da Silveira Borges, onde irá funcionar a estrutura da Escola de Artes, para verificar o processo de finalização dos serviços que estão sendo feitos na parte estrutural. 
     Acompanhada da vice-prefeita Ruth Ciarlini, do Secretário da Cidadania, Francisco Carlos, da Gerente da Cultura, Clézia Barreto e demais secretários, Fafá expressou a satisfação em poder entregar um benefício de tanta importância para cultura local,  considerando que Mossoró é uma cidade que já tem um destaque na área e possui muitos talentos.
Segundo a Prefeita, “A Escola de Artes vem para reforçar o trabalho que já é desenvolvido na área da cultura em Mossoró. É uma oportunidade para revelar talentos, além disso, nossa proposta é priorizar os estudantes da rede pública de ensino. Por vários motivos temos a certeza de que a Escola de Artes tem uma função importante”, frisa.
     A Escola atuará na formação de profissionais nas áreas de teatro, música e dança. Como a Prefeitura Municipal já contava com a Escola de Música, as matrículas para esta modalidade já foram iniciadas. Para que o edital para a matrícula nas áreas de teatro e dança seja lançado é preciso definir quais os artistas selecionados, bem como as modalidades que constarão nos cursos.
     Para a aula inaugural, a Prefeitura de Mossoró trará o ator global Stênio Garcia. A decisão pelo nome de Stênio está relacionada ao fato de que o ator global já esteve em Mossoró em movimentos culturais. Sendo a primeira vez em 1992, quando participou do Movimento do Caiçara e fez parte da cerimônia de lavagem do antigo Cine teatro, quando passou três dias em Mossoró, ministrando oficinas com os artistas locais. No ano seguinte retornou à cidade para participar do Fórum Municipal de Cultura.

Fonte:  http://www.prefeiturademossoro.com.br

quarta-feira, 21 de março de 2012

ALMA DE POETA

 
 
Meu coração se entristece com muita alegria,
Necessito amar, e sentir amor todo santo dia,
Sou sensibilidade, sou sonhos, sou contradição
Sou alma de poeta, sou emoção.

No mundo dos loucos poetas me vejo andando,
Sou sagrado, e já me vi mil vezes a Deus perdão implorando,
Já me senti no inferno ao imaginar o quanto já fui profano,
Ou sou um inocente que Satã tenta condenar todo ano.

Ainda bem que não é chegada a hora,
Hoje não saberia se apelaria a Jesus ou a Maria,
No juízo final recitaria minha última poesia,
Deus talvez me visse com misericórdia,
e veria que sou um poeta que ora.

Mas a salvação quem alcançará na consumação do mundo?
Infelizmente sou ainda um crente que peca a cada segundo,
Que raramente medita na sagrada escritura,
Meu Deus quero ser um bom filho e não uma triste criatura.

Poesia do jovem Aureci Bezerra que aos poucos se descobre poeta 

SE NOS FALTA

Se nos faltam palavras,
temos o sorriso.
Se nos falta o sorriso,
temos o olhar.
Se nos falta o olhar,
temos o carinho.
Se nos falta o carinho,
Voltemos a conversar...

Extraído do livro NO LIMITE DO AMOR, de Eriberto Monteiro.

terça-feira, 20 de março de 2012

JOSÉ NILSON


    Quem está de idade nova hoje é o nosso amigo do bem José Nilson do blog Passando na Hora.
     Nilson além de trabalhar na Cifrão Factoring do economista Euviro Rebouças, presta assistência litúrgica na Capela de São Vicente, no Centro de Mossoró-RN.
     Ele é um dos cantores que empresta sua voz para louvar a Deus no Grupo Vocal e Instrumental Queremos Deus desde o longíquo 1999.
     A José Nilson muitas felicidades e que Deus seja sempre uma bênção na sua vida.
     Valeu, amigo.

DIA 19 DE MARÇO, DIA DO ARTESÃO

     Estou preparando um material com um dos maiores artistas, artesão, que Mossoró já conheceu. Trata-se de Gilvan "Escravo". O camarada é 10 como pessoa, personalidade e como artesão. Aguardem que estarei lançando até o final de semana. São tantas artes que este camarada já fez que só vendo para crer tamanha a presteza de suas obras.

RETRATOS DE UMA PAIXÃO

     Este é a capa do meu primeiro livro publicado em 2000 em homenagem a Maria Roeimeire Lopes, minha amada de outrora e de hoje.
     Foi uma experiência única que reuni pouco mais de 30 poesias do mais puro sentimento: o amor.  
     A publicação foi independente pela Editora Júnior que teve uma tiragem de 100 exemplares no formato livro de médio porte com pouco mais de 50 páginas.
     Com esta obra, eu entrei na vida literária local e até hoje não parei de produzir, apesar de ter publicado apenas mais um livro em 2009.
     Porém, lembro a vocês que estão acompanhando-me, outros virão em breve, bastam os apoios surgirem porque, fazer arte por aqui ainda está difícil.

segunda-feira, 19 de março de 2012

DIA DE SÃO JOSÉ

      Hoje é dia 19 de março. Para os católicos, dia de São José, para o sertanejo, dia de saber se o inverno no ano vai ser bom ou não. Por isso, os olhos e as atenções do homem do campo, em todo o sertão nordestino, estão voltados para o céu. É que, de acordo com a crença popular, 19 de março, é o dia de São José, um dos santos mais populares da Igreja Católica, representa a data limite para o início do inverno do Nordeste brasileiro.
    Segundo a meteorologia, as chuvas para o dia de hoje serão fracas ou quase inexistente, causando preocupação aqueles devotos da crença popular.
     E, mesmo diante das afirmações dos climatologista, o sertanejo ainda guarda um fio de esperança para o dia consagrado a São José e numa demonstração de fé e devoção ao santo da chuva, lançam mão a um discurso místico-religioso, apelam em tom de súplica a São José para que a chuva venha, trazendo fertilidade à terra e fartura à mesa desse povo que, há cerca de um século, tenta encontrar a melhor forma de conviver com a realidade adversa da seca no Nordeste.
     Que a razão e a fé andem lado a lado para que brote do chão o pão advindo da chuva que molha a terra seca do já tão sofrido povo sertajeno. Que São José ouça sempre as suas preces!!!!

domingo, 18 de março de 2012

ANIVERSÁRIO DE MOSSORÓ ?

     A polêmica sobre a data da emancipação da cidade de Mossoró-RN permanece sem solução até hoje. Isso porque há interesse de alguem que continue do mesmo modo que está: sem definição. Afinal, a data do aniversário de Mossoró é 15 de março ou 9 novembro. Os históriadores mossoroense são firmes em afimar o mês de março como a data sera, mas a classe política da cidade teimam em oficializar o 9 de novembro como data de emanciapça~o de Mossoró.
     Para explicar melhor este embrólio, convidamos o escritor-pesquisador das coisas de Mossoró, Geraldo Maia. Ele nos veio com nada mais nada menos que 3 artigos publicados em jornais locais que explicam e tentam consicentizar a classe política a modificar o que é considerado um equívoco histórico. Para o historiador, a mudança se deve mais a boa vontade política do mesmo consciência do erro já que o fato já foi narrado diversas vezes para reparar o dano histórico. Abeixo, segue na íntegra o relato do nosso querido historiador Geraldo Maia que com maestreza não deixa nenhuma dúvida a respeito do ocorrido. Com vocês, a verdade do aniversário de Mossoró: 15 de março ou 9 de novembro ?
     "...Diferentemente das demais cidade, Mossoró não teve a sua emanciapação política na data em que passou a condição de cidade. Isso aconteceu dezoito anos antes. É que a cidade de Mossoró passou por etapas distintas de amadurecimento.
     A emancipação de Mossoró foi um ato político. No dia 15 de março de 1852, a povoação de Santa Luzia (Mossoró) é elevada a categoria de Vila, pelo Decreto Provincial nº 246, sancionado pelo Drº José Joaquim da Cunha, oficial da Ordem da Rosa, Doutor em Matemática, Capitão Honorário do Imperial Corpo de Engenharia, Lente da Escola Militar e Presidente da Província do Rio Grande do Norte. Com esse Decreto, Mossoró se tornou independente politicamente, desvinculando-se do poder de Açu, a quem era ligada anteriormente. 15 de março  é, portanto, a data magna da cidade.  Um ano depois, em 1853, era escolhida a sua primeira intendência (Prefeito e Vereadores), tendo sido eleito o padre Antônio Freire de Carvalho, como Intendente, para o período administrativo de 1853 a 1856.
Dezoito anos depois, em 9 de novembro de 1870, a Vila de Mossoró passava a categoria de Cidade, através da Lei Provincial nº 260, de autoria do vigário Antônio Joaquim Rodrigues. O Vigário Antônio Joaquim foi político e chefe do Partido Conservador. Como Deputado Provincial, teve assento na Assembléia da Província de 1854 a 1858 e de 1866 a 1873.  Nascido na então Vila de Aracati, Província do Ceará,  em 5 de novembro de 1820 e falecido em Mossoró após 51 anos de pastoreio de sua freguesia onde foi primeiro e último vigário colado.  Uma frase famosa do Vigário, quando do regresso à Mossoró depois daquele 9 de novembro, enquanto abraçava os amigos: “Fiz disto aqui uma Cidade!
O teor deste estatuto jurídico é o seguinte:
“SILVINO ELVIDIO CARNEIRO DA CUNHA, Bacharel, formado em Ciências Jurídicas e Sociais, Cavaleiro da Imperial Ordem de Rosa, Presidente da Província do Rio Grande do Norte, por S.M., o Imperador, a Quem Deus Guarde, etc.
FAÇO saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa Provincial decretou e eu sancionei a lei seguinte>
Artigo único: Fica elevada à categoria de Cidade a Vila de Mossoró, com a mesma denominação, revogadas as disposições em contrário. Mando, portanto, a todas as autoridades, a quem o conhecimento e execução da referida lei pertencer, que a cumprirão e façam cumprir tão inteiramente como nele se contêm.  O Secretário da Província o faça imprimir e publicar.
Palácio do Governo do Rio Grande do Norte, aos 9 dias do mês de novembro de 1870, quadragésimo nono da Independência e do Império.
Pelo exposto, fica esclarecido que a emancipação política de Mossoró se deu em 15 de março de 1852 e não em 9 de novembro de 1870 como tem sido divulgado.  O Decreto sancionado em 9 de novembro de 1879, como transcrito acima, apenas elevava à categoria de cidade a então Vila de Mossoró, sem outra conotação jurídica. É descabido, portanto, a decretação do feriado facultativo do dia 9 de novembro sob a alegação da emancipação política da cidade.
Rogamos aos senhores políticos, que pelo bem da verdade, não deturpem nossa história".

     Tirem cada um a sua conclusão e se junte ao bloco dos que querem resolver este problema histórico que se estende por muito tempo e que depende de "alguém" para mudar este fato concreto.

sábado, 17 de março de 2012

DIA DO BIBLIOTECARIO


     No último dia 12 de março comemoramos o dia do Bibliotecário. Ele que é um profissional cujo exercício da ocupação requer bacharelado em Biblioteconomia. O profissional desta área desenvolve suas funções com as informações e a torna acessível ao usuário. Ele pode trabalhar em bibliotecas, centros de documentação e pode gerir redes e sistemas de informações, além de gerir recursos informacionais e trabalhar com tecnologia de ponta.
     Esta data comemorativa foi instituída pelo Decreto nº 84.631, de 12 de abril de 1980, data do nascimento do bibliotecário, escritor e poeta, Manoel Bastos Tigre.
     Bastos Tigre, como era mais conhecido,  foi Engenheiro e Bibliotecário por vocação nascido em 1882 e formando-se em Engenharia. Quando viajou para os Estados Unidos conheceu o bibliotecário Melvil Dewey, que instituiu o Sistema de Classificação Decimal, decidindo, a partir daí, a largar engenharia e trabalhar com biblioteconomia.

     Prestou concurso para ingressar no Museu Nacional do Rio de Janeiro como bibliotecário, sendo ele o primeiro bibliotecário concursado do Brasil. Em 1945 foi transferido  para a Biblioteca Nacional, onde ficou até 1947, assumindo depois a direção da Biblioteca Central da Universidade do Brasil.
     Para a sociedade, Bastos Tigre trouxe grande contribuição social e cultural para o Brasil, por isso, nada melhor do que a data de seu nascimento para celebrar o dia daqueles que comungam o mesmo objetivo: disseminar informação e conhecimento a fim promover o desenvolvimento cultural e social do país.

   E é com grande satisfação que o blog eribertomonteiro.blogsport.com.br fez uma entrevista com Socorro Matos, profissional dos livros da Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte desde 2005 e tem uma dedicação incomum. Ela faz parte de um grupo de poucos profissionais que ama o que faz e não impõe limites a sua função. Gente fina que merece toda homenagem e respeito a quem frequenta aquela casa do conhecimento. Com vocês, Maria do Socorro Cunha de Matos que a chamamos carinhosamente: dona Socorro Matos.
Blog eribertomonteiro: Quanto tempo à senhora na trabalha na função de Bibliotecária?
Socorro Matos: 33 anos de idade bem trabalhado.
Blog eribertomonteiro: Já esteve à frente de outras instituições como bibliotecária?
Socorro Matos: Sim. Duas bibliotecas.
Blog eribertomonteiro: Qual a maior prazer que a senhora tem na função ?
Socorro Matos: Contribuir com o desenvolvimento do país com dedicação pelo trabalho e respeito pelo outro.
Blog eribertomonteiro: Os fracassos ou tristezas pode fazer parte de qualquer profissão. Na sua vida profissional, a senhora destacaria alguma tristeza ?
Socorro Matos: Gostaria muito que os usuários utilizassem os acervos das bibliotecas com maior respeito aos livros, não rasgando, não destruindo e cumprindo com os prazos de empréstimo. Lembrar sempre que o livro que está em suas mãos pode ser utilizado pelo outro. Testemunhar a falta de compromisso de alguns usuários é a maior decepção que eu tive nestes últimos anos de exercícios na função.
Blog eribertomonteiro: Dando uma dica para quem está nos lendo, a senhora tem alguma diga de leitura ?
Socorro Matos: Dois livros que jamais podemos deixar de ler: Os Sertões, de Euclides da Cunha e Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freire.
Blog eribertomonteiro: O que a levou escolher Biblioteconomia ?
Socorro Matos: Facilidade de lidar com a informação e interesse em interagir com pessoas.
Blog eribertomonteiro: Para quem quer seguir carreira a senhora tem algum conselho para seguir na profissão?
Socorro Matos: Interesse humanista e muito entusiasmo. Procurar ler bastante e se atualizar diariamente.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Prefeita Fafá Rosado inaugura Escola de Artes dia 27, Dia do Teatro


Uma grande novidade outrora divuldada pelo blog através do site da prefeitura de Mossoró foi confirmada e reforçada a boa novidade. Trata-se da inauguração da Escola de Artes de Mossoró que beneficiará a todos oa artistas locais. A seguir, a matéria na íntegra tendo como fonte o site da própria prefeitura de Mossoró:
"Um espaço para teatro, dança e música, cujas áreas trabalharão lado a lado com a educação, unindo a força da cultura com o avanço proporcionado pelo aprendizado e favorecendo aos alunos da rede pública de ensino – principalmente aos que possuem penhor artístico – incentivos para que busquem o aprimoramento da arte. Diante dessa particularidade e com a visão de que o legado cultural de Mossoró remota do século XVIII, quando a cidade passou a perceber a importância artística, a prefeita Fafá Rosado inaugura a Escola de Artes de Mossoró. A data não poderia ser mais propícia: 27 de março, Dia do Teatro.
A estrutura da Escola de Artes funcionará no antigo Municipal – Escola Municipal Joaquim da Silveira Borges – localizado na Avenida Alberto Maranhão, vizinho ao Ginásio de Esportes Pedro Ciarlini. O funcionamento da Escola de Artes, bem como as modalidades de cursos a serem ofertados, foi definido no ano passado, quando a Gerência Executiva da Cultura reuniu artistas em seminário.
A chegada da Escola de Artes soma à estrutura já existente na cidade, como Teatro Municipal Dix-huit Rosado, Memorial da Resistência e a Praça da Convivência, espaços que integram o Corredor Cultural e onde os artistas locais passaram a ser mais valorizados, já que apresentam suas artes em ambientes distintos e agradáveis ao público.
Além disso, a Escola de Artes também favorecerá ao trabalho já em vigor e realizado pela Prefeitura Municipal de Mossoró na formação de plateia e ao surgimento de novos talent os. Prova dessa afirmativa está nos espetáculos teatrais “Chuva de Bala no País de Mossoró” e “Auto da Liberdade”, sendo este último integrante da programação alusiva às comemorações do dia 30 de setembro, quando Mossoró comemora as formas de liberdades.
Para a prefeita Fafá Rosado, o investimento feito na área cultural se mede pela importância e efervescência da produção dos grupos locais. Segundo ela, Mossoró respira cultura e a inauguração da Escola de Artes representa essa particularidade da cidade. “Mossoró é uma cidade cultural, com raízes fortes e com grandes nomes que enobrecem a cultura do Rio Grande do Norte. O que a gente percebe é que Mossoró dispõe de inúmeros novos talentos, os quais poderão ser melhorados na Escola de Artes, seja na música, teatro ou na dança”, comentou a prefeita.

Prioridade de vagas será para alunos da rede pública de ensino

O secretário da Cidadania, Francisco Carlos, explicou que a seleção dos artistas que ministrarão os cursos na Escola de Artes está em fase de conclusão. Ele garantiu que, logo após a inauguração, a escola funcionará com as três modalidades de cursos.

Como a Prefeitura Municipal já contava com a Escola de Música, as matrículas já foram iniciadas. Para que o edital para a matrícula nas áreas de teatro e dança seja lançado, o secretário informou que precisa definir quais os artistas selecionados, bem como as modalidades que constarão nos cursos.
No caso de dança, por exemplo, o secretário exemplificou que s e a modalidade for Ballet Clássico, poderão participar crianças com idade entre 8 a 12 anos. Isso para a matrícula. “Inicialmente, os cursos serão abertos e direcionados para alunos da rede pública de ensino. Caso as vagas não sejam preenchidas, iremos adotar medidas para atender ao que foi especificado no edital”, disse.

Francisco Carlos informou também que a Escola de Artes foi pautada na opinião dos artistas de Mossoró e que a peculiaridade de direcionar atenção aos alunos da rede pública de ensino foi discutida e definida no ano passado, com os artistas.
Na opinião de artistas locais a Escola de Artes vem para acrescentar valores culturais, além de ser uma oportunidade para os artistas mossoroenses explorarem seus talentos. Para a atriz Tony Silva a criação da Escola funcionará como um apoio para classe artí ;stica, um benefício que faz parte da luta da classe artística. “A Escola vem para amparar os artistas na sua intelectualidade. Isso mostra que eles vem conseguindo atingir seus objetivos, não só deles, como também da população em geral”, diz. 

Ator global, Stênio Garcia, participará da aula inaugural da Escola de Artes

Para a aula inaugural da Escola de Artes, a Prefeitura de Mossoró trará o ator global Stênio Garcia. Antes da solenidade de inauguração, Stênio visitará o Corredor Cultural às 17h do dia 27.

Em seguida, visita o Teatro Municipal Dix-huit Rosado, onde conversará com a imprensa mossoroense. De lá, segue para a Escola de Artes, onde participa do ato inaugural ao lado da prefeita Fafá Rosado e, às 20h30, profere aula aos alunos.

A escolha pelo nome de Stênio Garcia não foi por acaso. O ator, que se mostrou comprometido com o movimento cultural do Brasil, esteve em Mossoró pela primeira vez em 1992, quando participou do Movimento do Caiçara e fez parte da cerimônia de lavagem do antigo Cine teatro. Á época, Stênio Garcia passou três dias em Mossoró, ministrando oficinas com os artistas locais, emprestando o seu prestígio pela causa nobre da cultura. No ano seguinte retornou à cidade para participar do Fórum Municipal de Cultura".

ENTREVISTA COM O AUTOR ERIBERTO MONTEIRO

 
  Em meados do mês de julho quando o livro Capela de São vicente estava prestes a ser lançado, eu concedi várias entrevistas. Programa Entre no Clima (TCM), Pedagocia da Gestão (TCM), Momento de Fé (TCM), Gazeta do Oeste, Programa Haroldo Jácome (Rádio Tapuyo - RPC), Programa de Valéria Bulcão (Rádio Rural) e uma entrevista entrevista concedida a um blog local da Obra de Maria que foi responsável pelos festejos de São Vicente naquele ano de 2009. A seguir, a íntegra da entrevista  dada ao blog da Obra de Maria que foi nos moldes dos demais programas:


Blog Mossoró: Qual o título do lívro?   

Eriberto Monteiro: Capela de São Vicente, fé e bravura: de Vicente ao padre Sátiro

Blog Mossoró: Qual a perspectiva para o lançamento?

Eriberto Monteiro: Minha perspectiva é a melhor possível visto que Mossoró está carente de uma obra que enfoque, não só a Capela como trincheira de 1927 (todo mundo só a conhece com este aspecto), como também conhecer alguns detalhes que passaram desapercebido por muitos.

Blog Mossoró: Quais os acontecimentos importantes da Capela são relatados no livro?

Eriberto Monteiro:Para começar, a Capela foi, em 1915, uma obra de salvou muita gente da seca deste ano. Aliás, durante seus 4 anos de construção, a obra só parava mediante alguma força da natureza, já que a fé do povo em ver este templo construído foi muito grande. Durante todo este período, até os dias de hoje, ela tem um aspecto religioso e humano, ajudando a muitas famílias carentes, tal qual São Vicente fazia. Nos dias de hoje, ah! Padre Sátiro foi o grande colaborador social e religioso do povo mossoroense. Também relato um trabalho importante recentemente acontecido. Para quem não sabe, a Lei que estabelece o serviço de moto táxi, nasceu na Capela, das mãos de padre Sátiro que criou um anteprojeto, uma espécie de esboço.



Blog Mossoró: O que lhe motivou a escrever este livro?

Eriberto Monteiro:Desde pequeno, eu já tinha vontade de ser escritor. Já fazia esboço de livro que eu supostamente escrevia. Sempre tive a curiosidade de conhecer a história da "igreja que expulsou o bando de Lampião". Quando eu comecei a participar da equipe de liturgia da Capela, em 1997, minha história começou também a ser escrita. Associei uma coisa com a outra: a vontade de escrever (desde 2005 que escrevo sobre o referido templo), a necessidade e o prazer. O resultado vocês verão no dia 26 de setembro de 2009.



Blog Mossoró: Qual a contribuição sociológica e religiosa este livro está trazendo para o povo de Mossoró?

Eriberto Monteiro:A história do padre Vicente está estreitamente ligado ao social. Tudo que ele fazia era pensando no próximo. Nada escapou das suas mãos. Das suas obras, nasceram suas instituições de caridade espalhadas pelo mundo todo. Ele, tanto dava assistência financeira como ajuda espiritual. Deus está orgulhoso dele por ter salvo muitas almas. O padre Sátiro não fica para trás, não. Ele tem o mesmo espírito Vicentino e de suas mãos também nasceram instituições que ajudam financeiramente e espiritualmente ao povo necessitado. (No livro a gente procura um aparato sobre os dois sacerdotes que usaram seu esforço físico para não deixar desamparado ninguém. Ninguém mesmo).

José Eriberto de Oliveira Monteiro(ou simplesmente Eriberto Monteiro), tem 38 anos, mossoroense, formado em Letras e Artes pela UERN, em Mossoró. Além de ser funcionário público municipal (trabalha na Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte), trabalha também na administração do Sport Soccer Society, em Mossoró. O livro Capela de São Vicente, fé e bravura: De Vicente ao padre Sátiro é composto por 162 páginas e será lançado com o selo da Coleção Mossoroense.


quinta-feira, 15 de março de 2012

POBRE CORAÇÃO




Um pobre coração bate em mim
Já muito cansado de tanta desilusão,
Ele está muito acabado, chegando ao fim,
Por se entregar com toda paixão.

Um coração triste dentro de mim carrego
Já estando muito ressecado por falta de amor,
Ele não pensa e é completamente cego
Que só faz bater, chorar e sentir a dor.

Um coração dom desamor bate no meu peito,
Já muito ferido e humilhado,
Por se entregar tanto é o seu maior defeito;
Pois, ele sinceramente não me deixa sossegado.

Este meu infeliz coração perturbado
Não me deixa em paz viver,
A todos os instantes ele me faz cair em pecado,
Pois dele, um transplante eu queria fazer!

Este meu coração que bate inquieto
É o que fazia minha  tranquilidade tirar,
Ele começou a se desenvolver ainda quando eu era feto
Para o sossego agora vir me tirar.

Meu coração é uma fábrica de sofrimento,
É um enorme baú de saudade,
Ele está carente de amor em todo o momento
E já não sabe mais o que é felicidade.

Tenho um coração repleto de tristeza
Pelos meus amores do passado,
Hoje tenho medo de amar, com certeza,
Para não ficar mais ainda machucado.

Em mim ainda carrego este coração
Porque não posso ele arrancar,
Cada batida dele sinto a dor da paixão
Que me faz se arrepender por amar.


Autor: Lindomarcos Faustino

CAPELA DE SÃO VICENTE: FÉ E BRAVURA - DE VICENTE AO PADRE SÁTIRO



     O livro Capela de São Vicente: fé e bravura - de Vicente ao Padre Sátiro foi um sucesso. Para tanto, já existe a possibilidade da publicação da 2ª edição, desta feita revista, atualizada e amplliada.
     A obra conta a história de Vicente de Paulo (seu pai se chamava João Paulo) desde o seu nascimento, passando por sua vida sacerdotal, até sua morte. A missão de padre Vicente de ajuda ao próximo se espalhou pelo mundo todo até chegar a Mossoró. Esta saga também é mostrada no livro.
     Com o Movimento Vicentino implantado e divulgado pelo italiano Frederico Ozanam, em Mossoró este modelo católico missionário foi responsável pela construção do Hospital da Caridade (hoje Duarte Filho) e Capela de São Vicente de Paulo.
   Com a abertura  do referido templo católico, em 1919, diversos acontecimentos utilizaram a Capela como palco para a História da própria cidade de Mossoró. A principal e mais conhecida foi a resistência ao bando de Lampião ocorrido em 1927 pelos bravos mossoroenses comandados pelo então prefeitoda cidade Rodolfo Fernandes.
     O desenrolar da história da Capela segue ao longo dos seus 90 anos de existêncnai tendo na presença de padre Sátiro a grande figura da Capela, da  cidade e do estado do Rio Grande do Norte. Sátiro figura como uma pessoa carismática, emblemática e admirada por todos. Padre Sátiro fecha com chave de ouro esta obra de quase 200 páginas que deve ser lido, relido e indicado. Eu indico.

quarta-feira, 14 de março de 2012

CONSELHO DE UM JOVEM POETA

Jovem poeta,
Não fique triste
Mas verso livre
Não existe.
No rigor e no excesso
Poesia é ritmo,
Números exatos
Como na tábua
De logaritmos


 Autor: Ledo Ivo

POESIA - O QUE É ?

O que é poesia

Poesia é uma arte literária e, como arte, recria a realidade. O poeta Ferreira Gullar diz que o artista cria um outro mundo “mais bonito ou mais intenso ou mais significativo ou mais ordenado– por cima da realidade imediata”.
Para outros, a arte literária nem sempre recria. É o caso de Aristóteles, filósofo grego que afirmava que “a arte literária é mimese (imitação); é a arte que imita pela palavra”.
Declamando ou escrevendo, fazer poesia é expressar-se de forma a combinar palavras, mexer com o seu significado, utilizar a estrutura da mensagem. Isto é a função poética.

A poesia sempre se encontra dentro de um contexto cultural e histórico. Os vários estilos poéticos, as fases de cada autor, os acontecimentos da época e tantas outras interferências muitas vezes se misturam à obra e lhe dão novos significados.
Característica do Estilo Poético
Antigamente, as poesias eram cantadas, acompanhadas pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga. Por isto, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico.
Geralmente a expressão “poesia” se aplica à estrutura de texto em versos. Os versos são as “linhas” do poema. Um conjunto de versos forma uma estrofe.

Algumas características básicas da poesia são o ritmo, a divisão em estrofes, a rima. Um poema também possui métrica, que é a contagem das sílabas poéticas dos versos. Nem todos estes quesitos estão sempre presentes. Os poetas modernistas, por exemplo, adotaram o verso livre, despreocupado com a rima e a métrica.


Fonte: DC - Coluna de Notícias 497

FELIZ DIA NACIONAL DA POESIA


     Mossoró é uma terra fértil de poesia. Produção criada pelos poetas e poetisas que dão assas a imaginação. Poesia de amor, de sofrimento, poesia de protesto, poesia concreta, poesia abstrata. Poesia de transpiração, poesia de inspiração. Seja qual for o tipo, o ritmo, tamanho, a poesia enche os nossos olhos com seus versos, reversos e trocadilhos.  Aos artistas da poesia, aqui vai o meu sentimento de ser poeta se transformar em poesia. Feliz Dia Nacional da Poesia.

terça-feira, 13 de março de 2012

POESIA AO ALCANCE DE TODOS

     Amanhã é 14 de março dia do nascimento do escritor baiano Castro Alves. Este dia foi escolhido para ser o Dia Nacional da Poesia em homenagem a ele. Para comemorar esta data artística, os poetas mossoroenses continuam com sua programação alusiva a data. Na programação de poesia ao alcance de todos segue abaixo a relação do acontecer poético elaborado pela POEMA (Associação de Poetas e Prosadores de Mossoró):
A PARTIR DAS 20 HORAS
PRAÇA DA POESIA
Na Praça de Convivência de Mossoró
Música ao vivo com Genildo Costa, Maurílio Santos, Zelito Curinga entre outros
Recital com poetas da região
Distribuição de encarte poético do jornal O Mossoroense
Lançamento do livro “Uma Acorda de Cordel”, do poeta José Augusto
Feira de cordel
Recadastramento de sócios da POEMA
     Na mesma data, às 20 horas, na Biblioteca Ney Pontes Duarte o jornal O Clandestino lançará a sua primeira coletânea poética, intitulada “Poesia Clandestina”, com trabalho dos poetas com trabalhos de Camila Paula, Ellen Dias e Samuel Paiva.

PARABÉNS AO AMIGO CAIO CÉSAR MUNIZ

     Parabéns ao amigo Caio César Muniz pela brilhante entrevista ao Jornal 95 transmitido pela FM 95. Ele falou sobre  o momento poético vivido pela classe artística local, enfatizando  as dificuldades encontradas pelos artistas em exercer a arte. Para Caio, os maiores interessados em incentivar a arte mossoroense deveria ser o poder público, mas como os artistas não podem ficar de braços cruzados, através da POEMA (Associação dos Poetas e Prosadores de Mossoró), incamparam uma luta para promover a classe artística de Mossoró. Parabéns mesmo, amigo Caio César.

segunda-feira, 12 de março de 2012

#comment-form

#comment-form

ESCOLA DAS ARTES DE MOSSORÓ

Uma boa notícia para a classe artística mossoroense: é que a Escola de Artes da cidade, um dos equipamentos mais esperados na área da cultura local, será inaugurada no dia 27 de março, dentro da programação em comemoração ao Dia Internacional do Teatro. Como estava sendo divulgado, a Escola irá funcionar nas dependências da antiga Escola Municipal Joaquim da Silveira Borges e atuará na formação de profissionais nas áreas de teatro, música e dança.

Clézia Barreto, Gerente de Cultura da Prefeitura Municipal de Mossoró informou que "de início, enquanto as salas não estiverem todas prontas, as aulas de dança irão acontecer no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. Quanto às outras modalidades, acontecerão nas dependências da Escola".

O processo de impalntação da Escola das Artes já foi concluído, inclusive feita à seleção dos instrutores para cada área artística. Um dos objetivos é oferecer oportunidade de formar novos artistas e intensificar as ações voltadas para cultura local.

Segundo o Secretário da Cidadania, Francisco Carlos, “será mais um equipamento de grande importância para os mossoroenses e, principalmente, para a cultura local. A implantação da Escola teve a participação dos próprios interessados em sua instalação, uma forma democrática que a prefeita Fafá Rosado escolheu para sua criação”. 
Antes da criação da Escola de Artes de Mossoró a Gerência da Cultura divulgou a síntese do questionário sobre sua instalação. O texto se deu a partir de um seminário realizado com artistas locais para a disc ussão do tema.
Com base nesse texto os participantes se dividiram em grupos e responderam ao questionário, elencando propostas sobre os objetivos do projeto, oferta de cursos, seleção de alunos, admissão de professores, entre outras coisas.
Diretor -
Nesta segunda-feira, 12, a prefeita Fafá Rosado designou o dançarino Boarneges Perdigão para a direção da Escola de Artes de Mossoró. Boarneges, funcionário de carreira do município desde 1975, tem participação ativa no movimento cultural da cidade tendo atuado em diversos grupos de dança e teatro atuando em espetáculos como Auto da Liberdade e Oratório de Santa Luzia. Há 36 anos como bailarino, atualmente trabalha como Diretor Cultural da Gerência Executiva da Cultura.

Fonte: prefeiturademossoro.com.br

A SUA AMIZADE


A sua amizade
É minha verdade
É minha sensibilidade
É minha cidade
É minha qualidade
É minha saudade
É minha bondade
A sua amizade,
Além do que se sabe,
É minha felicidade.

 Extraído do livro "Retratos de uma Paixão", de Eriberto   Monteiro