CORUJINHA

Pegue este efeito no Site Tony Gifs Javas

sexta-feira, 6 de julho de 2012

MARIA AMÉLIA GURGEL - saudades

      Esta foto eu não tenho a data, mas provavelmente é do final dos anos 90. A viagem no tempo nos mostra a amada Maria Amélia Gurgel. Codoense falecida e que nos dá muita saudade  no jantar da festa de Santo Antônio.
      Ao seu lado, fui flagrado no momento em que saída do local. Mas relembro a gostosa conversa que tive com dona Amélia. Falávamos sobre a vida, sobre os amores, projetos, família e algo mais.
    Na época ela gozava de plena saúde e estava sempre presente nos festejos de Santo Antônio. 
     Eu que iniciei minha caminhada como membro da Capela no ano de 1997, lembro deste fato e de sempre nos encontrarmos no interior da Capela.
    Existia quase que uma tradição dela fazer companhia na Praça do Codó, pois a mesma morava numa residência ao lado da própria praça.
     Dela aprendemos a nos unir mais ainda em prol um do outro. Dela aprendemos que a vida é feita de desafio e que nunca poderemos vencer se não houver enfrentamento de cabeça erguida.
      A Maria Amélia Gurgel, um descanso digno de quem sempre colocou Deus em primeiro lugar, e isso ela fez quando viva.
     Saudade está presente porque só sentimos saudade de quem amamos. E ela era esta pessoa que  fazia a gente se descobri dia a dia nas nossas confraternizações.
     A ela, meu coração apascenta nesta hora. (...)

3 comentários:

  1. INSTITUTO PADRE JOSE DE ANCHIETA, ESSA ERA SUA ESCOLA NA BENÍCIO FILHO ONDE EU APRENDI AS PRIMEIRAS LETRINHAS NO INICIO DOS ANOS 80 TIVE ELA COMO MINHA PROFESSORA E MUITOS ANOS DEPOIS TIVE O PRAZER DE REVÊ-LA NA PRAÇA DO CODO, ONDE DE CARA ME CONHECEU LOGO E AINDA ME LEMBRO COMO FOI A BOLA BATEU NELA DE LEVE FUI PEGAR E LEVEI UM CARÃO AO PEDIR DESCULPA ELA ME RECONHECEU E TODAS AS NOITE ESTAVA ALI NA PRAÇA COM A GENTE CONVERSANDO, ATE ANIVERSARIO NA CASA DELA ELA FEZ PRA GENTE E AINDA ME MOSTROU O CADERNO DE CHAMADA NA ÉPOCA DA ESCOLA ONDE ESTAVA MEU NOME! QUE DEUS O TENHA!! SAUDADES DE MAMEIA COMO EU A CHAMAVA NA PRAÇA!

    ResponderExcluir
  2. êpa, finalzinho, vc troca o nome... conserte ai...
    Belas palavras, saudades mesmo... Eu taum pequeninha escutava atenta as suas experiencias, guardo cada palavra de crescimento e conversas que sempre tinhamos... Eternas saudades.

    ResponderExcluir
  3. Valeu, Patrícia pela correção. Na pressa, não tinha percebido.
    Obrigado pela participação.

    ResponderExcluir